Secar uma biblioteca

Enquanto a biblioteca da EB23 de S. Vicente - Vila do Bispo está despida e desalinhada por efeitos da água de Dezembro, e enquanto aguarda as reparações necessárias, é altura de recordar em fotos como era e de como voltará a ser.

E ficam aqui algumas dicas simples para enfrentar inundações e infiltrações (cada vez mais comuns aqui no Algarve onde nunca chove!): a missão é salvar o que se pode, secar os documentos e proteger os equipamentos eléctricos. A humidade é o maior inimigo.

Os espaços:
  • Desligar a electricidade.
  • Eliminar as fontes de entrada de água
  • Retirar toda a água possível da sala afectada.
  • Retirar o máximo de equipamento eléctrico da sala onde exista humidade, pois a humidade afecta o seu funcionamento (especialmente máquinas fotográficas e computadores)
  • Separar os documentos afectados pela água. Devem ser retirados para uma sala pequena pois irá ser mais fácil a actuação de desumidificadores pela menor volume de ar da sala.
  • Na sala onde tenha existido a inundação, aumente a ventilação para o máximo possível. Manter janelas e portas interiores abertas, abrir janelas exteriores sempre que não chova. Uma corrente de ar contínua será um bom aliado!
  • As salas devem ser ventiladas com ventoinhas em conjunção com um desumidificador, nunca um aquecedor de modo a evitar o desenvolvimento de bolores.
Recuperar documentos:
  • Separe as obras por salas diferentes conforme o grau de humidade
  • Começar pelas obras mais caras e mais importantes.
  • Não seque com calor (sol ou aquecedores) mas sim com desumidificadores e ventoinhas: o objectivo é retirar a água e humidade dos livros (que actuam como esponja face à humidade).
  • Frio é melhor do que calor para evitar o desenvolvimento de microorganismos (o que acontecerá facilmente se juntarmos calor à humidade )
  • Secar papel ao sol não é aconselhável: irá enfolar os papéis permanentemente deixando marcas amareladas da água. O papel fica ainda menos maleável. Pelo contrário diminua a temperatura e aumente a ventilação. O desumidificador é o seu melhor aliado... é altura de comprar ou pedir emprestado!
  • Se tiver muitos documentos molhados e poucos ventiladores, o melhor é conservar os documentos em frigoríficos até ter desumidificadores disponíveis para retirar a água!
  • Peça a todos os membros da escola para levarem alguns livros para casa e secarem-nos com os seus desumidificadores domésticos.
  • Efectuar uma lista de documentos inutilizados para abater ao inventário e verificar possibilidades de reposição.
Depois é preciso muita força de vontade e ânimo para recomeçar. Aproveite para pensar: o que gostaria de fazer diferente na biblioteca?

Imagens: EB2,3 S. Vicente de Vila do Bispo antes de ter um Natal molhado