BM de Albufeira


A 7 de Outubro de 2009 realizou-se a cerimónia de atribuição do nome da escritora Lídia Jorge à biblioteca Municipal de Albufeira, um evento presidido por Desidério Silva, presidente da autarquia e com as presenças do Governador Civil de Faro, Silva Gomes, o presidente da Assembleia Municipal, Carlos Silva e Sousa, e a vereadora da Cultura, Marlene Silva.
Até ao ano 2004 vivíamos apenas para a imagem do turismo mas, a partir daí, foi pensada uma estratégia de requalificação num contexto de equipamentos culturais. A biblioteca insere-se neles e após a sua abertura tem sido uma das obras que nos orgulha pelo retorno na formação dos cidadãos desde os mais pequeninos aos idosos. Queremos que elas sejam espaços abertos e culturais sendo o ponto de encontro das pessoas.
Esta biblioteca estava orfã pois era apenas uma como muitas que há espalhadas pelo concelho nas várias escolas.Mas esta não tinha nome e havia que encontrar um que pudéssemos identificar com esta casa. Assim pensámos no de uma pessoa da cultura no contexto nacional e regional, com uma personalidade que nos merecesse o maior respeito e consideração. Nada melhor que convidar uma escritora que nasceu a poucos metros do concelho de Albufeira e diria que estava quase em casa; pois nasceu a escassas centenas de metros da freguesia de Paderne.  (Desidério Silva, Presidente da CM Albufeira)
A autora leu ainda alguns excertos do seu livro Contrato Sentimental que foi apresentado no mesmo evento


Reportagem em: http://www.jornalavezinha.com